Escaramuça e Equoterapia

No ano de 2020, a Escaramuça direcionou esforços para entender como funcionam as Equoterapias.

Aliás, você sabe o que é Equoterapia? 

É um método terapêutico que utiliza o cavalo dentro de uma abordagem interdisciplinar nas áreas de saúde, educação e equitação, buscando o desenvolvimento biopsicossocial de pessoas com deficiência e/ou com necessidades especiais.

No Brasil existe uma instituição reguladora dessa atividade, que chama ANDE - Associação Nacional das Equoterapias - http://equoterapia.org.br/

Ela determina as diretrizes de trabalho, certifica as pessoas e entidades para atuar, e também organiza a transparência financeira das atividades, especialmente quando forém de cunho filantrópico.

E onde a Escaramuça entra nesse contexto?

Jorge Augusto Maia, diretor da marca, saiu a campo. Foi entender o que é na prática a Equoterapia. E descobriu, não só a importância desse método de tratamento realizado com o apoio do cavalo, mas também identificou que:

 - grande parte das pessoas beneficiadas pelo método, são pessoas de baixa renda, crianças e adultos com alguma necessidade motora especial, entre outras.

 - e grande parte das equoterapias brasileiras também atravessam muitas dificuldades financeiras, e atendem muitos pacientes de baixa renda. Precisam se reinventar todos meses para bancar custos de estrutura, cuidar dos animais, pagar os profissionais que atuam no tratamento das crianças, comprar lanche, arranjar transporte para alguns pacientes (sim, arranhar transporte porque as equoterapias geralmente são em área rural nas cidades, distantes do transporte coletivo), entre outras situações inerentes a qualquer atividade. Para se manter, e conseguir atender pacientes carentes, as equoterapias contam com doações voluntárias, fazem eventos, almoços, jantares, e a Escaramuça começou a disponibilizar alguns kits para revenda através das equoterapias a um preço de custo para reverter o lucro do kit diretamente para elas mesmas.

Com isso, a Escaramuça se sensibilizou e começou a desenvolver algumas formas de contribuir. O primeiro passo sólido, é reverter parte do lucro das vendas do ecomerce para a atividade das equoterapias cadastradas. 

Desde 11/06/2020, a Escaramuça passou a ter peças na loja virtual com o selo ”Escaramuça do Bem”, onde todo o seu lucro será revertido para as equoterapias cadastradas conosco.
Entendemos nosso papel social e decidimos contribuir de maneira genuína com essa causa.

Conhece uma equoterapia, ou trabalha em uma?

Mande um email para nós, ou fale do nosso interesse em ajudar.

Loading...